Boletim: I Jogos Panamericanos Júnior – 2021 (Dia 6 – 30/11)

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL


Boletim: I Jogos Panamericanos Júnior – 2021 (Dia 6 – 30/11)


E a bagagem do Time Brasil está cada vez mais pesada, com mais 14 medalhas somadas nessa terça (30). Mais seis medalhas de ouro, ratificando a liderança no quadro de medalhas, totalizando 34 ouros, 23 pratas e 33 bronzes.

Em Medellin foi dia de definição no beisebol e início da super ronda no softbol. Os dois jogos no beisebol definiram as posições de 5º ao 7º. J´a no softbol rodada cheia com os quatro jogos da super ronda.

Todos os resultados das competições de beisebol e softbol, neste link aqui.

Fechando a noite (iniciando às 21h de Brasília), nossa seleção sub23 entrou em campo para definir sua colocação final nos Jogos. O adversário, a Argentina, já havia perdido para a Nicarágua mais cedo, com isso, bastava uma vitória brasileira para garantir o 5º lugar..

E a vitória veio por 2 a 0, em mais um jogo difícil. Os argentinos, mesmo estando em sua segunda partida do dia, travou grande batalha e lutou até a sétima entrada para buscar o placar.

Os destaques da partida foram os arremessadores de ambas as equipes, que cederam apenas duas rebatidas aos adversários, e me conjunto fizeram 16 eliminações por strikeout. Pelo Brasil, Gabriel Barbosa foi o abridor, sucedido por Igor Kimura na quarta entrada e por fim, Igor Januário, mais uma vez entrada na sétima, saindo com o segundo save nos Jogos.

No ataque o time foi cirúrgico e aproveitou as poucas chances que teve. Gabriel Maciel, impulsionado por uma rebatida de sacrifício de Victor Coutinho, abriu o placar na primeira entrada. Já na sexta entrada, foi a vez de Lucas da Silva anotar a corrida final da partida.

O Brasil encerra sua participação na quinta posição, seguido por Nicarágua em sexto e Argentina em sétimo. Nessa quarta (01) acontecem as semifinais (Venezuela x Rep Dominicana e Colômbia x Cuba).

Antes mesmo da seleção sub23 do beisebol enfrentar os argentinos, logo no início da tarde, as meninas do sub19 enfrentavam as ‘hermanas’ na abertura da Super Ronda para as brasileiras.

O resultado? Não poderia ser melhor. Vitória por 5 a 0!

Novamente Gabriela Nishiuchi esteve a cargo dos arremessos, e novamente não decepcionou, permanecendo seis das sete entradas disputadas. Em seu lugar entraria Lunara Lopes para a derradeira entrada.

Após lotar as bases na terceira entrada e não abrir o marcado, o Brasil anotaria sua primeira corrida na quarta entrada com Gabriela Luz, se aproveitando da velocidade para anotar a corrida.

Ainda na quarta entrada, as bases ficariam lotadas novamente, mas novas corridas só viriam na entrada seguinte. O placar se ampliaria com as corridas de Bianca Campos, que chegou em base após rebatida dupla, impulsionada por Mel Horita, Gabrielle Coffey, impulsionada por Caroline Mito, Mel Horita e Caroline Mito, impulsionadas por Beatriz Silva.

A seleção volta a campo nessa quarta (01) para a segunda partida da Super Ronda, enfrentando a anfitriã Colômbia, novamente a partir das 15h (horário de Brasília).

Colaboraram com informações e fotos, os chefes de delegação Thiago Caldeira (beisebol), Carlos Nakamura (sofbol) e Jesse Medeiros (coordenador do COB).

Create your account

Skip to content