Seleção Brasileira vence a Argentina, leva o 10º Sulamericano de Beisebol e garante vaga no Panamericano do Chile

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL


Seleção Brasileira vence a Argentina, leva o 10º Sulamericano de Beisebol e garante vaga no Panamericano do Chile


A noite do sábado (30) entra pra história do beisebol nacional com a conquista do 10º título de Sulamericano de Beisebol (contando os títulos de Campeonato Sulamericano e Jogos Sulamericanos) em Lima, no Peru.

Com uma equipe mesclada de jovens talentos e jogadores mais experientes, a seleção volta a conquistar a competição, com a vitória por 2 a 0 diante da Argentina após seis anos, quando na ocasião venceu o mesmo adversário em Buenos Aires.

Vindo de uma primeira fase com três vitórias em quatros jogos, em que a única derrota veio do adversário da final, o Brasil passou de forma tranquila pelo Equador na semifinal e foi confiante para a final diante dos argentinos, reeditando a final dos últimos quatro Sulamericanos.

A Partida Final

Como tem sido de praxe nos jogos diante da Argentina, a partida foi muito equilibrada, com os arremessadores dominando as ações das entradas iniciais. Pelo lado brasileiro André Rienzo esteve impecável no montinho, permanecendo por lá nas sete entradas, chegando a marca de 100 arremessos e eliminando 12 adversários por strikeout.

A vida do nosso ataque também foi bastante difícil diante do arremessador argentino Lucas Aramayo. Apenas na sexta entrada viriam as corridas da vitória. A sequência de topo da ordem, Pedro Okuda, Felipe Burin e Salomon Koba lotariam as bases sem eliminados. Iago Januário na sequência também chegaria em base, mas Okuda seria eliminado por uma escolha defensiva. Tiago Magalhães impulsionaria Burin, ainda mantendo as bases cheias para Marcio Kikuchi, que, com uma rebatida de sacrifício, impulsionaria Koba para a segunda corrida.

Nas duas oportunidades seguintes dos argentinos no bastão, Rienzo, eleito o MVP da final, eliminaria quatro dos seis rebatedores, dentre eles o último, por strikeout, finalizando o jogo completo.

1234567RHE
Brasil0000020251
Argentina0000000022

Vídeos da final:

Premiação Individual

Não serão apenas a medalha e troféu que os atletas brasileiros trarão para casa. Quatro atletas foram líderes de estatísticas da competição, em especial o arremessador Marcelo Arai, eleito o melhor jogador da competição.

Prêmios:

  • Arremessador com melhor ERA – Marcelo Arai (0.00)
  • Arremessador com mais vitórias – Marcelo Arai (2 v)
  • Maior impulsionador de corridas – Felipe Burin (6 c)
  • Maior número de home runs – Iago Januário (1 HR)
  • Maior número de corridas anotadas – Osvaldo Carvalho (7 c)
  • Melhor jogador do campeonato – Marcelo Arai
Marcelo Arai em ação na semifinal diante do Equador (Foto: Márcio Irikura)
Vaga no Panamericano

Além do 10º na competição, a seleção brasileira garantiu vaga para os Jogos Panamericanos de Santiago, no Chile, em 2023, juntando-se ao Chile, país sede, Colômbia e Venezuela já classificados por outras competições. O Brasil volta a disputar a modalidade em jogos Panamericanos após um hiato de 16 anos, já que a última participação havia acontecido em 2007, ano do Pan do Rio de Janeiro.

Create your account

Skip to content