Boletim: I Jogos Panamericanos Júnior – 2021 (Dia 5 – 29/11)

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BEISEBOL E SOFTBOL


Boletim: I Jogos Panamericanos Júnior – 2021 (Dia 5 – 29/11)


De volta ao topo! A segunda (29) foi dia de empilhar conquistas e voltar a fechar o dia em primeiro no quadro de medalhas. Foram mais 15 medalhas, sendo cinco de ouro, totalizando 28 ouros, 20 pratas e 28 bronzes.

Já no beisebol e softbol mais um de dia rodada cheia em Medellin. Foram sete jogos na somatória do dia, definindo as posições de todos os grupos e confrontos da fase final.

Todos os resultados das competições de beisebol e softbol, neste link aqui.

Novamente entrando em campo às 12h no Estádio Edgar Renteria, nossa seleção enfrentaria a Nicarágua, que já havia vencido uma partida nos Jogos. Mas, assim como eles, terminaríamos a fase classificatória com uma vitória. Vitória por 1 a 0 de nossos garotos, em dia de grande atuação de Christian Pedrol no montinho.

Abridor do jogo de hoje, Christian permaneceu no montinho por 5.1 entradas e só quando já havia eliminado o primeiro rebatedor, na parte alta da sexta, sofreu a primeira rebatida. Neste momento já vencíamos com a corrida anotada por Kenzo Yamamoto, impulsionado por Daniel Chibana na quinta entrada. Christian deu lugar a Naoki Takano que fechou a entrada com um strikeout. Para fechar o jogo na sétima, Igor Januário foi ao montinho e com dois strikeouts levou o save da partida.

Nesse momento o Brasil ainda matinha esperanças de se classificar em segundo do grupo, logo na sequência Cuba e Venezuela entrariam em campo para definir o grupo. Os cubanos saíram vencedores da partida e garantiram a segunda vaga do grupo.

Com os resultados dos dois grupos, nossa seleção ficou em terceiro em seu grupo e agora enfrenta a Argentina nessa terça (30), a partir das 21h (horário de Brasília) para garantir o 5º lugar nos Jogos.

As meninas da seleção sub19 também fecharam a fase de classificação com vitória, em jogo contra a Venezuela. Com grande volume no ataque, as nossa seleção conseguiu a primeira vitória na competição com um sonoro 7 a 0.

Gabriela Nishiuchi foi novamente a arremessadora, permanecendo todas as seis entradas disputadas, cedendo apenas três rebatidas e eliminando quatro adversárias por strikeout. Já as brasileiras fecharam a partida com 10 rebatidas e corridas anotadas em quatro das seis entradas, sendo duas na primeira, mais duas na terceira, uma na quarta e três na sexta.

Larissa Assato com duas corridas, Mel Horita também duas e Gabrielle Coffey com três, foram as marcadoras de pontos na partida, sendo as duas últimas também responsáveis por duas rebatidas cada uma.

Com os resultados finalizados nos dois grupos, nossa seleção vai para a Super Ronda podendo chegar até o 5º lugar, enfrentando Argentina e Colômbia. A Venezuela também entra nessa disputa, mas o placar do jogo desta segunda já entra no recorde de vitória e derrota, assim como acontecerá com argentinas e colombianas.

Nesta terça (30) a seleção vai a campo para a primeira partida da Super Ronda, enfrentando a seleção da Argentina, novamente a partir das 15h (horário de Brasília).

Colaboraram com informações, os chefes de delegação Thiago Caldeira (beisebol) e Carlos Nakamura (sofbol).

Create your account

Skip to content